A mãe de uma jovem de 18 anos com deficiência intelectual procurou a delegacia para relatar que a filha havia sido abusada por um colega de classe, na cidade de Três Lagoas. A jovem disse que era obrigada a ir até uma sala com o colega.

Na delegacia, a mulher contou que a filha havia perguntado: “Mamãe, não pode tocar em minhas partes íntimas, né?”. Logo após a indagação, a jovem relatou que um aluno do 9º ano abusava dela com frequência. Ela disse que o aluno passava as mãos em suas partes íntimas.

Conforme o site JP News, a jovem era levada para uma sala pelo aluno no intervalo. Dessa forma, se ela não o acompanhasse, o garoto ficava irritado. O caso é investigado pela polícia. 

Midiamax