[PLANTÃO DE NOTÍCIAS]
Água Clara/MS . 25 de Outubro de 2014
notícias : Notícias

11/10/2013 as 09h21 / Por (Blog Marcos Eusébio)

Garota deixa emprego e faculdade depois de vídeo de sexo se tornar "viral" na internet

Imprimir
- Ocultar Galeria

Uma garota de 19 anos de Goiânia disse à polícia que teve de se afastar do emprego e da faculdade em Goiânia depois de ficar conhecida Brasil afora por causa de um vídeo em que ela faz sexo oral no amante e faz o sinal de "OK" com os dedos que se espalhou pelo Whatsapp e depois na internet. O assédio aconteceu depois que uma pessoa - ainda não identificada - divulgou o perfil que a jovem conhecinha como "Fran" mantinha no Facebook. O texto informava o local onde a garota trabalhava, a faculdade em que estudava e até seu número do celular. Só então a jovem procurou polícia para registrar ocorrência por difamação. A delegada Ana Elisa Gomes Martins, da Delegacia Especializada em Atendimento à Mulher (Deam) de Goiânia (GO) disse que pessoas do Brasil inteiro procuraram a jovem para fazer propostas sexuais. “Chegaram a ir ao trabalho dela e mandaram mensagens” afirmou a delegada. O acusado de ter gravado o vídeo é Sérgio, de 22 anos, com quem ela tinha uma relação extraconjugal. A jovem disse à polícia que a gravação de vídeos durante o ato sexual era prática comum do casal, que se encontrava em um motel de Goiânia, mas afirmou que nunca permitiu a divulgação do material. “Ela informou que nunca autorizou a publicação dos vídeos. Agora a jovem está visivelmente abatida”, destacou Ana Eliza. O advogado do rapaz limitou-se a dizer que o cliente só deverá prestar depoimento à polícia nesta sexta-feira (11). A delegada disse que o rapaz continua casado e que a esposa não acredita que ele realmente tenha feito a gravação. (Com informações do Diário da Manhã-GO e do Correio Braziliense)

COMENTÁRIOS
VEJA TAMBÉM
Jovem que estava desaparecido há oito dias foi encontrado em Ribas do Rio Pardo
Justiça Eleitoral recebeu 80 denúncias de irregularidades no segundo turno em MS
Ausência do eleitor no primeiro turno não impede votação no 2º
Leilão de bens de traficantes arrecada R$ 320 mil em MS
© Copyright 2012 . Portal Água Clara